Escolha uma Página


Começo com essa frase, lembrando da recente conversa com meu parceiro querido de trabalho e amigo Luiz Eduardo que, nas últimas semanas analisando algumas coisas, refletimos bastante.
Sabemos que muitos podem olhar e pensar “nossa, que sorte a deles” e de fato, podemos dizer que nos consideramos privilegiados sim, não por ter tido qualquer tipo de vantagem ou coisa assim mas, por trabalhar onde e com quem acreditamos e por juntos exercermos o que no Coaching, chamamos de “flow”. Contudo, não se trata de questão de sorte, isso ou aquilo, ao contrário do que “o palco” para quem olha de fora (como postei outro dia um conteúdo), possa de alguma, fato é que não é a maioria, quem sabe e conhece os “bastidores”, cada etapa e cada vivência para chegar até aqui. O foco não é “mimimi”, longe de nós, mas um olhar realmente verdadeiro sobre as oportunidade, realizações da vida e como elas são na realidade, fora das imagens que as pessoas podem criam olhando de fora, através do Instagram e outras ideias “prontas”, por exemplo.
Essa foto me traz um sentimento tão lindo e leve, significa muito, não foi a primeira mas foi em um dos cursos que eu como aluna da Fer, virei muitas “chavinhas” e comecei expandir ainda mais a minha mente naquele momento e minha admiração por ela só crescia.
Quem me conhece e acompanha sabe que a Fernanda já foi e continua sendo muito antes de trabalhar com ela, minha professora, coach, mentora e do grande respeito que sempre tive por ela como pessoa e no mundo do Coaching.
Desde que me formei como Master Coach e já atuava, buscava essa referência que até então nenhum outro coach (embora conhecesse vários, e tive professores maravilhosos) ainda nenhum havia tocado profundamente meu coração e, alguns anos após trabalhar na área, a conheci. E desde então passei a acompanhar seu trabalho como aluna e mais tarde como STAFF em seus cursos e treinamentos.
Essa foto me traz um sentimento tão lindo e leve, significa muito, não foi a primeira mas foi em um dos cursos que eu como aluna da Fer, virei muitas “chavinhas” e comecei expandir ainda mais a minha mente naquele momento e minha admiração por ela só crescia.
Quem me conhece e acompanha sabe que a Fernanda já foi e continua sendo muito antes de trabalhar com ela, minha professora, coach, mentora e do grande respeito que sempre tive por ela como pessoa e no mundo do Coaching.
Desde que me formei como Master Coach e já atuava, buscava essa referência que até então nenhum outro coach (embora conhecesse vários, e tive professores maravilhosos) ainda nenhum havia tocado profundamente meu coração e, alguns anos após trabalhar na área, a conheci. E desde então passei a acompanhar seu trabalho como aluna e mais tarde como STAFF em seus cursos e treinamentos.
No meu coração existia um sonho muito genuíno mas, acho que conscientemente talvez eu não tivesse essa exata noção na realidade, do quanto era exatamente o que eu buscava e que fazendo a minha parte, um passinho por vez, mesmo sem perceber, de certa forma eu acreditava e já estava trilhando esse caminho!
No momento da minha contratação disse a ela e ela até comentou um dia, algo que realmente foi sincero e marcou na minha vida, já tornou inesquecível aquele momento: Sabe aquelas realizações que você contabiliza e leva ao longo da vida? Então, trabalhar com ela, aquele momento de negociação, naquele dia que me lembro tanto, é um desses marcos que levarei na história da minha vida e que até hoje agradeço todos os dias por vivê-la, que esse mês completou seus primeiros 6 meses de rotina e parceria.
Confesso que apesar de todo mundo obviamente saber, até pelo meu trabalho, demorei um tempinho para me sentir pronta para expor em uma publicação como essa, talvez alguma crença boba que a coach também tem e trabalha para se livrar hahaha (humanos né gente?!) mas que hoje, um dia especial, senti vontade de compartilhar toda minha gratidão a Deus, a vida, a Fernanda, ao Edu e todos que torceram e torcem por mim, direta ou indiretamente para trabalhar hoje, naquilo que acredito e é tão valioso para mim. De quebra, quem sabe e quem sabe esse post possa inspirar pessoas que buscam se encontrar na carreira a acreditarem que é possível e só depende de você, sim, assim como nos relacionamentos, é de dentro para fora, trabalhar o seu interior, a sua verdade e o seu desenvolvimento como pessoa para ampliar ao profissional.
Confesso que apesar de todo mundo obviamente saber, até pelo meu trabalho, demorei um tempinho para me sentir pronta para expor em uma publicação como essa, talvez alguma crença boba que a coach também tem e trabalha para se livrar hahaha (humanos né gente?!) mas que hoje, um dia especial, senti vontade de compartilhar toda minha gratidão a Deus, a vida, a Fernanda, ao Edu e todos que torceram e torcem por mim, direta ou indiretamente para trabalhar hoje, naquilo que acredito e é tão valioso para mim. De quebra, quem sabe e quem sabe esse post possa inspirar pessoas que buscam se encontrar na carreira a acreditarem que é possível e só depende de você, sim, assim como nos relacionamentos, é de dentro para fora, trabalhar o seu interior, a sua verdade e o seu desenvolvimento como pessoa para ampliar ao profissional.
Confesso que apesar de todo mundo obviamente saber, até pelo meu trabalho, demorei um tempinho para me sentir pronta para expor em uma publicação como essa, talvez alguma crença boba que a coach também tem e trabalha para se livrar hahaha (humanos né gente?!) mas que hoje, um dia especial, senti vontade de compartilhar toda minha gratidão a Deus, a vida, a Fernanda, ao Edu e todos que torceram e torcem por mim, direta ou indiretamente para trabalhar hoje, naquilo que acredito e é tão valioso para mim. De quebra, quem sabe e quem sabe esse post possa inspirar pessoas que buscam se encontrar na carreira a acreditarem que é possível e só depende de você, sim, assim como nos relacionamentos, é de dentro para fora, trabalhar o seu interior, a sua verdade e o seu desenvolvimento como pessoa para ampliar ao profissional.
Então, hoje, posso dizer que encontrei o que eu de verdade buscava na vida profissional e não para por aqui, a vida é assim mas, poder trabalhar com algo que transformou a minha vida e através da minha missão que é ser amor e cuidado, através da comunicação, poder contribuir com a vida de mais pessoas, é motivo de muita satisfação e honra.
Sei também que o aprendizado e o desenvolvimento são contínuos, por isso desejo que a cada dia eu possa melhorar, como pessoa e profissional e contribuir cada vez mais com o time que tanto gosto e me orgulho, com cada alunos, cada coachee e todas as pessoas que eu puder de alguma forma, tocar o coração através do meu trabalho e na minha vida.
Ao longo dos anos de trabalho, dos lugares, dos atendimentos de mais de 500 horas de Coaching individual, dos trabalhos com grupos e ouvindo tantas histórias também, hoje eu posso dizer que sinto, o que é fazer parte de um time, como estudei bastante lá na graduação em Administração e sei que infelizmente, é algo ainda raro em nossa sociedade, por isso agradeço ao time, Fernanda, Eduardo e Ricardo.
E hoje como Coach e assessora da Fernanda Chaud, digo que sim, faz toda a diferença trabalhar com alguém que você admira, acredita e busca viver o mais próximo possível de congruência na prática da sua vida. Mas se hoje sinto o que verdadeiramente, é um time, nem sempre foi assim e muitos foram os degraus, desafios, lágrimas e processos que tive que passar, assim como o Eduardo e essa era nossa conversa a algumas semanas. Como nos ensina sempre a Fernanda, “nada é do nada”, por isso não se compare, nem questione o seu processo, tampouco queria, acelerar a sua caminhada. Confie, mas respeite e viva a sua caminhada, que é única e muito especial.